fbpx

A importância da educação financeira entre pais e filhos

sinergia_202
mudanças das aulas presenciais e remotas de acordo com o novo decreto estadual, nº 1.152/2021.
19 de fevereiro de 2021

A importância da educação financeira entre pais e filhos

sinergia_222

O que você pode fazer hoje, em família, para viver melhor todos os dias a partir de amanhã?

Você gostaria de mudar seu estilo de vida e realizar coisas diferentes? Se sim, continue lendo este pequeno artigo que pode ajudar você nessa transformação. A vida na pandemia, para muitas pessoas, ficou mais restrita, com menos opções de lazer, menos encontros com parentes e amigos, menos deslocamentos e lugares sendo frequentados. Ao mesmo tempo, aumentou a convivência com cônjuges e filhos, a permanência em casa e já percebemos aumento de consumo de cursos on-line, alimentos, itens para casa e até uma busca por novos locais para moradia. O mercado de imóveis está “aquecido” na maior parte das cidades brasileiras.

Pode ser um ótimo momento para reunir a família e conversar sobre o estilo de vida que estão tendo e planejar o que gostariam de mudar.  Ao desenhar o futuro ideal começamos a listar os itens que precisam ser alterados e fazemos o levantamento do custo dessas mudanças. A partir daí vem uma parte muito especial que é definir as maiores prioridades dessa lista e começar a pensar de onde virá o dinheiro para pagar essas coisas. Começamos a usar a criatividade e o desapego e avaliamos tudo o que temos nos armários e na casa, que não fazem mais sentido e que podem ser vendidos para gerar o “dinheiro novo” que nos ajudará a ir realizando as novidades.

Fazemos este exercício constantemente aqui em casa e é incrível como a nossa percepção do que é importante e valioso vai mudando ao longo do tempo. Por exemplo: já moramos em apartamentos menores, maiores, casas ainda maiores e atualmente decidimos voltar para um apartamento menor com menos espaços para cuidar, pois descobrimos que viajar e ter autonomia sobre o tempo é valioso, e reduzir custos de manutenção da casa viabiliza usar o dinheiro para fazer mais viagens ao longo do ano. E agora, que as viagens são mais restritas, aproveitamos para fazer esse dinheiro trabalhar em investimentos mais estratégicos, afinal de contas, as mudanças estão aí e sermos flexíveis torna a vida menos dura.

Percebo que a vida é dinâmica, as necessidades e prioridades vão mudando e podemos ir usando estrategicamente o nosso dinheiro e tempo para viver bem cada dia. Não precisamos manter a mesma casa, a mesma rotina, o mesmo tipo de lazer de antes. Com os aprendizados das vivências e das Ciências Comportamentais, hoje conseguimos vencer mais fácil nossa tendência à inércia, e ajudar pessoas e famílias a reduzir o peso de um estilo de vida que já deixou de fazer sentido para elas.

Você pode estar pensando no desafio que é fazer estas mudanças, mas quero incentivar você a olhar para pequenas rotinas e fazer pequenos ajustes no dia a dia, que serão ainda mais poderosos se forem feitos em família.

Nós tínhamos lido e constatamos, na prática, que é em casa que tomamos as decisões financeiras mais importantes da nossa vida! Você já parou para pensar quantas decisões financeiras toma em um dia? Geralmente, quando fazemos essa pergunta, as pessoas respondem algo em torno de 3 e 5, mas na realidade são facilmente mais de 15, em média. Pense comigo, ao lavar as mãos pagamos pela água, sabonete, toalha, sabão e água para lavar a toalha; ao fazer refeições pagamos pelos alimentos, temperos, pela água, energia ou pelo gás do cozimento … é incrível como o dinheiro está por trás de ações da nossa rotina, usamos dinheiro o tempo todo!

Ter essa consciência nos ajuda a ser mais estratégicos e conseguir realizar mais coisas com o dinheiro que já temos. Faz diferença no médio e longo prazo, os desperdícios de alimentos que estragam na geladeira, que vencem nos armários, a energia de lâmpadas e equipamentos antigos de alto consumo ou que ficam ligados sem necessidade; gastos com meio de transporte de idas e vindas a lugares porque não anotamos e planejamos o que tínhamos que fazer no trajeto, de dinheiro que fica parado na conta corrente ou na poupança, ao invés de ser aplicado em investimentos com rendimento acima da inflação…

Para começar a realizar coisas diferentes, comece a fazer hoje, algumas coisas diferentes. Reúna a família, compartilhem os sonhos e planejem juntos os próximos passos!

Texto: Carolina Ligocki | Oficina das Finanças

Os comentários estão encerrados.


Última modificação: 17/03/2021

WordPress Image Lightbox Plugin